Untitled Document

Notícia Completa



IMPORTANTE - A SAÚDE TEM REMÉDIO - REVISTA ÉPOCA

O BRASIL GASTA EM SAÚDE O EQUIVALENTE AOS PAÍSES DESENVOLVIDOS EM PORCENTAGEM DO PIB. RESTA MELHORAR A GESTÃO DOS SERVIÇOS http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Visao/noticia/2014/08/saude-tem-remedio.html Veja algumas manchetes das últimas semanas relativas ao sistema de saúde no país: “Pacientes esperam 256 dias para marcar uma consulta com médico especialista no sistema público na cidade de São Paulo”. Na cidade mais rica do país, os pacientes aguardam meses para marcar uma consulta e esperam anos para realizar uma cirurgia. “Planos de saúde dificultam o acesso de novos participantes pessoas físicas”. Os planos de saúde individuais têm um controle de preços por parte do governo enquanto os planos coletivos são reajustados livremente. E seus preços têm crescido muito acima da inflação. Os planos parecem querer empurrar todos para os planos em que não há controles. E mais, as coberturas parecem ficar cada vez mais restritas. “Saúde tem a pior avaliação com mais de 50%”. Pessoas consultadas em São Paulo respondem que a saúde é de longe o maior objeto de preocupação. Em seguida, vêm educação e corrupção. A segurança aparece com cerca de 5%. Em outros estados, a situação é semelhante, com a saúde tendo a pior avaliação. Soma-se a isso as notíciais de corredores de pronto-atendimento lotados, pessoas morrendo nas portas de hospitais sem atendimento, ambulâncias que não podem ser utilizadas por falta de macas que se tornaram leitos móveis em corredores, pronto-atendimento da Santa Casa de São Paulo fechada por cerca de 30 horas, medicamentos jogados fora por terem superado os prazos de validade etc. São tantas e tão trágicas notícias que podemos parar por aqui. De modo geral, há uma noção enraizada de que há falta de recursos. Reclama-se de tudo. De que não há pessoal, não há equipamentos, não há instalações, não há medicamentos. Mas as causas são muito mais profundas. O Brasil gasta o equivalente aos países desenvolvidos em termos proporcionais do PIB, mas com resultados muito inferiores. Então, como se explica o fato do país empregar uma vasta quantidade de recursos para resultados tão pífios? Simples. Há uma péssima gestão dos serviços que inviabiliza uma utilização adequada dos recursos existentes. O que fazer então? Também simples, mas muito difícil. Transformar o sistema de gestão da saúde. Não, não se trata de fazer todas as lideranças do setor passarem por um MBA tradicional. Isso terá pouco resultado prático, ao menos da maneira como esses cursos estão organizados hoje.




20/08/2014


 
 
 
A AFFIX É INDICADA AO PRÊMIO RECLAME AQUI PELA 3a VEZ CONSECUTIVA. - 19/10/2021 - Ver_Completa...

UNIMED RECIFE VAI INAUGURAR NOVO HOSPITAL - 13/10/2021 - Ver_Completa...

REAJUSTE DOS PLANOS DE SAÚDE PARA PME - 11/10/2021 - Ver_Completa...

A FIGURA DO CORRETOR NÃO SERÁ SUBSTITUIDA AFIRMA O PRESIDENTE DA BRADESCO SEGUROS - 07/10/2021 - Ver_Completa...

CONHEÇA A NOVA LOGOMARCA DA QUALICORP E AS NOVAS ESTRATÉGIAS DE VENDAS. - 05/10/2021 - Ver_Completa...

AFFIX ANUNCIA PARCERIA COM PARA AMPLIAR ATUAÇÃO REGIONAL - 04/10/2021 - Ver_Completa...

QUALICORP LANÇA REDE DE LOJAS FÍSICAS - 04/10/2021 - Ver_Completa...

PLANOS DE ODONTOLOGIA CRESCEM EM MEIO A PANDEMIA - 29/09/2021 - Ver_Completa...

ALERTA: MEIs IRREGULARES PODEM TER PLANO DE SAÚDE CANCELADO. - 27/09/2021 - Ver_Completa...

HAPVIDA- CÂNDIDO JUNIOR NÃO É MAIS O VICE-PRESIDENTE COMERCIAL - 24/09/2021 - Ver_Completa...

 




                1.365.260