Untitled Document

Notícia Completa



ANS - TOMA POSSO O NOVO PRESIDENTE DA ENTIDADE.

O novo diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), José Carlos de Souza Abrahão, tomou posse nesta terça (23), no Rio de Janeiro, prometendo ouvir os consumidores para garantir qualidade e segurança dos serviços prestados na área de saúde. O médico pediatra informou que as demandas recebidas em canais como 0800, portal na internet e por meio da ouvidoria serão sempre meios para o monitoramento do setor, servindo ainda para o aperfeiçoamento da regulação e geração de informações de interesse da sociedade. “Programas como o monitoramento da garantia de atendimento e a mediação de conflitos por meio da Notificação de Intermediação Preliminar (NIP) serão reforçados para oferecermos à sociedade dinamismo e resolutividade em sua defesa”, acrescentou. Abrahão destacou que a ANS vai se empenhar para garantir a diversidade na oferta dos produtos, com vistas a permitir a concorrência saudável e manter as obrigações legais, autorizando e monitorando reajustes, além de coibir abusos eventualmente detectados. “Não está na pauta liberar os reajustes. Os direitos adquiridos dos consumidores têm que ser sempre respeitados e preservados”, disse. Na avaliação de Abrahão, é preciso levar em consideração o novo perfil socioeconômico da população, que conquistou maior sobrevida. Apesar disso, segundo ele, ainda há grande transição epidemiológica, com a população sofrendo doenças infectocontagiosas e acometida por doenças degenerativas, hipertensão e diabetes. “Portanto, necessitamos incentivar os programas de atenção à saúde do idoso e promoção à longevidade”, indicou. A ministra interina da Saúde, Ana Paula Menezes, presente na posse, defendeu que o Sistema Único de Saúde (SUS) e a ANS. Ela destacou que essas são entidades que se complementam para garantir atenção à saúde de qualidade. De acordo com ela, o grande desafio é potencializar cada vez mais as áreas de convergência do Ministério da Saúde e da ANS. “Como exemplo, precisamos construir juntos e reforçar uma política nacional de promoção e prevenção à saúde. Não precisa ter uma política nacional para o SUS e outra para o ANS. Podemos fazer isso de maneira conjugada. Além disso, podemos partilhar a organização de sistemas regionais de saúde e, também conjuntamente, enfrentar problemas que nos acometem, como o combate rigoroso à fraude e à corrupção dentro do sistema”, apontou. Para a ministra, alguns aspectos precisam ser alvo de regulação, e para atender com qualidade é necessário considerar a sustentabilidade do setor. “É fundamental que se trabalhe em uma perspectiva de incentivo à concorrência e aumento da governança regulatória, principalmente para garantir previsibilidade. Acho que previsibilidade é algo que traz tranquilidade a quem participa do setor, seja como operador, seja como segurador ou como usuário. Isso mantém, de forma clara e explícita, as missões, as responsabilidades e as entregas. Isso é bom para o sistema e fortalece os usuários do sistema”, informou.




26/06/2015


 
 
 
A AFFIX É INDICADA AO PRÊMIO RECLAME AQUI PELA 3a VEZ CONSECUTIVA. - 19/10/2021 - Ver_Completa...

UNIMED RECIFE VAI INAUGURAR NOVO HOSPITAL - 13/10/2021 - Ver_Completa...

REAJUSTE DOS PLANOS DE SAÚDE PARA PME - 11/10/2021 - Ver_Completa...

A FIGURA DO CORRETOR NÃO SERÁ SUBSTITUIDA AFIRMA O PRESIDENTE DA BRADESCO SEGUROS - 07/10/2021 - Ver_Completa...

CONHEÇA A NOVA LOGOMARCA DA QUALICORP E AS NOVAS ESTRATÉGIAS DE VENDAS. - 05/10/2021 - Ver_Completa...

AFFIX ANUNCIA PARCERIA COM PARA AMPLIAR ATUAÇÃO REGIONAL - 04/10/2021 - Ver_Completa...

QUALICORP LANÇA REDE DE LOJAS FÍSICAS - 04/10/2021 - Ver_Completa...

PLANOS DE ODONTOLOGIA CRESCEM EM MEIO A PANDEMIA - 29/09/2021 - Ver_Completa...

ALERTA: MEIs IRREGULARES PODEM TER PLANO DE SAÚDE CANCELADO. - 27/09/2021 - Ver_Completa...

HAPVIDA- CÂNDIDO JUNIOR NÃO É MAIS O VICE-PRESIDENTE COMERCIAL - 24/09/2021 - Ver_Completa...

 




                1.368.992